Tagarela Junho de 2016

O Tagarela 3º trimestre 2015-16Finalmente, aí estão as férias!
Mais uma edição do nosso jornal, a última do ano letivo 2015/2016. Depois de um ano de trabalho chega o merecido descanso. Agradecemos aos alunos e professores pelo empenho em mais um exemplar do nosso jornal.
A nossa escola é assim! Partilhamos aprendizagens e emoções, acreditamos e sentimos que é bom estarmos juntos!
É bom viver!
É bom crescer!
É bom estudar!
Para terminar, sejamos pois na nossa escola “Educadores para a vida” não perdendo nunca a capacidade de nos deixarmos surpreender, construindo um abecedário comum à criança, aos pais, aos professores e à Sociedade.
Desejamos boas férias a todos e até ao próximo ano letivo.

Descarregue a edição de junho de 2016 do Tagarela em formato PDF ou veja as edições anteriores na página do Tagarela.

Dia da Criança

InsuflávelSeguindo a “tradição” de anos anteriores, no dia 1 de junho, e como não poderia deixar de ser, festejámos o dia da criança.
Durante toda a manhã participámos nos diferentes ateliês: modelagem, pintura, jogos de mesa, teatro de sombras, jogos tradicionais, desenho com giz, discoteca, cinema, karaoke e zumba.
Este ano, para além destes ateliês, tivemos ainda a alegria de ter um insuflável na nossa escola só para nós, o que foi espetacular! Esta ideia fabulosa foi da Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Moinhos. Obrigada a todos por nos terem proporcionado este dia fantástico!
Deixamos algumas fotos deste dia no álbum Dia da criança 2016 – Moinhos da Funcheira.

Livro digital

Pormenor da capa do livro A Arca de Não é... a História continuaOs alunos da turma 5 do 5.º ano criaram animais muito divertidos, cada um com a sua história de vida e as suas capacidades. O desafio partiu da leitura da história A ARCA DE NÃO É ou o guia dos animais que poderiam ter existido um livro de Miguel Neto e Julie Staebler que faz parte do Plano Nacional de Leitura.

A criatividade dos alunos está patente tanto nos desenhos como nos textos. Para quem se desloca à sede do Agrupamento, a visita à exposição das obras no átrio é obrigatória.

Entretanto, para os que não conseguirem ver in loco esta explosão de cor e inventividade, foi criado um livro na plataforma StoryJumper chamado “A Arca de Não É” A História Continua… Pode ver o nome dos autores está nas últimas páginas.

Votação no filme da Biblioteca

Chegámos à fase da votação do filme realizado pelos nossos alunos e que se encontra publicado no facebook da Rede de Bibliotecas.

Não existe qualquer prémio para o vídeo vencedor. O objetivo é envolver a comunidade educativa neste evento e dar visibilidade ao trabalho destes alunos. Assim, será vencedora a escola que tiver mais gostos no vídeo publicado no facebook da RBE.

O processo de votação é o seguinte:

Quem tiver facebook deverá entrar no link que abaixo indicamos. Ao entrar neste link vai ser pedido a cada um que inicie sessão no facebook. Depois basta clicar “Gosto” no filme da escola que aparece no Facebook da RBE. Só poderá realizar-se este processo uma vez.

Facebook da Rede de Bibliotecas Escolares

O vídeo da escola é o número 95. Podem revê-lo no artigo anterior Curtas na Biblioteca. Participem!!

Um salto mágico

Fragmento do Cartaz do Salto Mágico - Meninos a brincarNos dias 17 e 19 de maio, os meninos mais velhos das salas do J.I. dos Moinhos da Funcheira (que para o ano vão para o 1º ciclo) fizeram o Salto Mágico. Dividiram-se em grupos e foram para as salas de 3º ano alunos que no próximo ano estarão no 4º ano.
Os futuros padrinhos e afilhados passaram parte das manhãs juntos, a conviver e a fazer trabalhos nas salas do J.I. e do 1º ciclo.
Foi divertido e todos gostaram!

Ficam aqui alguns comentários:

Esta manhã correu muito bem e aprendi a fazer pinturas diferentes com uma menina grande. Diogo Fortes (J.I.)

Foi diferente e correu muito bem… Eu estive na casinha das bonecas a brincar com os grandes. Filipe Daniel (J.I.)

Fiquei surpreendido com o que a menina pequenina disse e com as ideias que teve para o trabalho! Vinicius (3º ano)

Eu fiquei muito feliz de vir porque tinha muitas saudades do Jardim de Infância. Tinha mesmo muitas saudades desta sala!!! Luana (3º ano)

Gostei muito de voltar a estar cá e de “desabafar” a minha cabeça. Diverti-me muito, adorei brincar com os meninos mais novos que são muito fofinhos, queridos e engraçados e foram muito simpáticos para nós! Espero voltar outra vez. Inês (3º ano)

Eu fiquei muito feliz em voltar, porque tinha muitas saudades da Fernanda e do Jardim de infância. Gostei de brincar com os meninos mais novo. Lourenço (3º ano)

Eu gostei de voltar ao Jardim. Foi bom cá estar porque eu tenho muito boas recordações desta sala e da Fernanda. Miguel (3º ano)

Foi uma manhã muito boa e diferente… mesmo bem passada! Tinha muitas saudades de visitar a Fernanda e os mais novos e de voltar a estar nesta sala, que também foi a minha, há uns anos! Henrique (3º ano)

Eu também gostei de fazer desenhos ao pé dos meninos grandes e de ver os tubarões que o menino grande fez! Rodrigo (J.I.)

Ah! Tenho que dizer uma coisinha: Eu estava no computador e uma menina grande ajudou-me a sair da página e a desligar o jogo. Daniela (J.I.)

E podiam até almoçar connosco… Era bem giro! Caetana (J.I.)

Eu gostei da manhã e gostei de ver eles a desenharem e gostei do que faziam, mas gostei mesmo foi de ver que eles gostavam muito da nossa sala e que estavam cheios de pena de se irem embora! José Carlos (J.I.)

Eu adorei estar na sala da escola primária. Gostei muito da manhã e da professora Ângela que era muito simpática. Fiquei a trabalhar com uma menina que já andou nesta sala e que tu já tinhas falado dela… Era a Ana Rita e ela era mesmo boa e simpática e disse-me que gostou muito de estar aqui na nossa sala. Nós fizemos um cãozinho com colagem e dobragem, recortámos… colámos e no fim fizemos um texto, os pequenos diziam e os grandes, que já sabem escrever, escreviam. Maria Inês (J.I.)

A professora Catarina também foi simpática e gostei de lá estar a manhã, trabalhei com uma menina e o nosso cãozinho chamou-se Lola, quer dizer era uma cadelinha. Daniel (J.I.)

Eu trabalhei com um menino e cortei e colei… mas não falei porque estava com vergonha… Mas gostei e nem fiquei nervosa! Joana (J.I.)

Eu cá diverti-me. Foi outra vez diferente e brinquei muito. Gostei muito de estar com os meninos grandes e acho que devo ter aprendido alguma coisa… só que não sei bem o quê. Só não achei piada nenhuma que eles dissessem que nós só brincamos, porque isso é mentira! Nós trabalhamos e muito! Caetana (J.I.)

Eu estou mortinho para ir!… Diogo Fortes (J.I.)

E os meninos grandes estão mortinhos para virem! João Miguel e Maria Inês (J.I.)

Veja fotos das actividades no álbum Salto mágico nos Moinhos.

Resultados do concurso Isometria

Ponte reflectida no rio

1.º prémio – Bruna 8ª 2ª

Cabeça de gato

3.º prémio – João Freire 8º 3ª

Parte da fachada lateral de de mosteiro com arcos em ogiva

2.º prémio – Catarina Gaspar 8º3ª

Após uma renhida votação, aqui vos mostramos o nome dos vencedores do Concurso Isometria Onde Estás.

1º prémio – Bruna Viana – 8º 2ª
2º prémio – Catarina Gaspar – 8º 3ª
3º prémio – Beatriz Silva – 8º 4ª

Parabéns por esta conquista! Brevemente serão contactados para receberem os respetivos prémios.

É importante felicitar todos os que participaram neste concurso, quer por terem respondido ao desafio, pelo envio da fotografia e pela participação na votação!

Saudações Isométricas…

Castelos e domínios senhoriais

Maquete de castelo (com árvores à frente)

Era uma vez…um castelo, as terras do seu dono, um senhor e um manso onde eu, meus irmãos vivíamos com os meus pais

EU SOU O PORTUGALITO!

Foi assim que começou…

O rei deu ao nosso senhor, D. Paio Rodrigues, terras, este feudo, a perder de vista, e vivemos no norte de Portugal, não é muito longe de Braga.

A minha mãe, Joana, trabalha no castelo, na cozinha. Uma boa cozinheira, o cheirinho e o sabor da sopa dela, quando a há, de comer e chorar por mais.
O meu pai chama-se Martim, cultiva hortaliças, cereais, cria galinhas e há um boi que puxa a charrua e lavra a terra.

Por que é que o rei as doou?

Pois bem, D. Paio lutou e lutou com o seu exército contra os mouros e recebeu este feudo, tornou-se vassalo do rei e tem deveres e obrigações.

A aristocracia fundiária (a nobreza tem feudos) não é difícil de perceber, o Senhor D. Paio tem de ser fiel, obedecer ao rei e ajudá-lo nas batalhas mas tem muitas vantagens, benefícios e privilégios na sua grande propriedade, domínio (os laços feudo-vassálicos e deveres e obrigações).

Eu e meus pais temos de trabalhar muito…de sol a sol… E prestar serviços mas somos protegidos por ele.

Vivo numa casa de madeira coberta de palha, o chão é de terra, há uma lareira que nos aquece, ilumina e onde se cozinha. Dormimos na palha, há ratazanas, piolhos e a minha roupa está esfarrapada, encardida e suja.

D. Paio e a mulher, D. Brites, têm muitos filhos, cavaleiros alguns, um é bispo e as filhas são lindas, bordam, cantam e passeiam com as aias. Vão casar duas delas, D. Mafalda e D. Matilde, com dois senhores, um deles vive na corte do rei D. Afonso.

Estão sempre a dar festas no castelo, banquetes, há jogos e comem carne, que se farta, dos animais que criamos e das caçadas, javali, veado, aves, eu sei lá, doces, bebem muito vinho e têm muitas indigestões.

O meu primo é jogral, toca e canta à noite, no salão do castelo, em saraus, leva uma dançarina e vai com mais gente, músicos, malabaristas, saltimbancos….
E os trovadores nobres?! Fazem versos e tocam para as damas amadas ou raparigas do povo por quem se apaixonaram. São cantigas de amor, de amigo e de escárnio e maldizer, estas são para rir, dizer mal de alguém e até algumas com palavrões muito feios.

O meu senhor tem as terras mais férteis, a reserva, em redor do castelo há floresta, e muitos, que conheço tão bem, aí trabalham, a minha tia Leonor e os meus amigos Afonso e Sancho.

Eu, meus irmãos e pais?

Cultivamos uma parcela de terra do senhorio arrendada.
Chega a época de pagar a renda ao senhor temos de lhe dar galinhas, ovos, trigo… Puuuxa! Passamos fome, cansados e doentes, as epidemias, doenças que se pegam e pegam.

O meu primo está comigo, estamos sob amendoeiras em flor, cheira muito bem, mês de Maio.
Vamos a uma terra comunal, é onde nós, servos, podemos ir buscar a lenha e levamos os carneirinhos, cabras, gado a pastar sem pagar nada.

Mas…
Queremos moer a farinha temos de ir ao moinho do senhor, queremos fazer vinho vamos ao lagar também dele e o azeite lá seguimos para outro lagar e pagamos ainda a D. Paio. Há que arranjar isto e aquilo, obras são os camponeses e outros que as fazem e não se para nunca.

Amanhã há festa!
Romaria na igreja da povoação.

Frei Bernardo vai na frente e outros frades que o seguem e nós bem atrás. É em honra de Santa Maria das…, não me lembro agora. Após bailamos e comemos melhor, galinhas ótimas, queijo, pão… e doces. Já me estou a lamber e o meu primo, o Fuas, também.
Vai haver música, brincadeira, alguns com andas, e estará lá um urso amestrado de um saltimbanco, que é muito engraçado. Divirto-me e danço com a Isabel, eu gosto muito dela, é loura e tem olhos verdes, vou vestir roupa melhor, mais bonita, feita de linho e costurado pela minha mãe.

E sabem que mais?
Ainda temos a obrigação de hospedar o senhor feudal e seu séquito em viagens. e todos os camponeses pagam o dízimo à Igreja, que equivale a 10% do salário, do que ganham. D. Paio tem mais terras e outro castelo. É MESMO RIQUÍSSIMO E PODEROSO.

Até à próxima, vós do século XXI.

Com mais sorte do que eu, nós, alguns mas outros, a maioria, coitadinhos e o que sofrem…

Professora Ana Herédia

Veja fotos da exposição que motivou este texto, com trabalhos dos alunos do 5º 1ª da professora Ana Herédia, no álbum Castelos e domínios senhoriais.

Curtas na Biblioteca

A rede de bibliotecas lançou um desafio a nível nacional – a realização de uma curta metragem para divulgar a biblioteca escolar. Pode ver mais sobre a iniciativa na página Curtas na Biblioteca.

Respondemos ao desafio e os alunos Alexandra Castro, Anair Camará e Pedro Pedrosa (7º5ª) e Madiu Camará do vocacional 1, com a preciosa ajuda do mediador Domingos Ferreira, realizaram este magnífico trabalho!

Escrita Criativa na Brito Pais

Cartaz com texto O livro dos pequenos grandes escritores e desenho de uma com uma pena. O antebraço tem assinaturas dos alunosNo dia 15 de abril a EB Brito Pais recebeu a apresentação do livro de histórias Pequenos grandes escritores.

A Editora GRAFITEXTO desenvolveu uma interessante atividade de motivação para a Escrita Criativa com os alunos das turmas do 1º ciclo da Escola Brito Pais.

O atelier de escrita foi ministrado por Formadores que se deslocaram à escola para algumas sessões em que desenvolveram e orientaram a atividade de escrita.

Nos dias seguintes, os alunos colocaram a imaginação a funcionar e criaram a sua história…

O resultado final deste atelier foi a edição de um livro de contos na Escola, onde constou cada história escrita por cada aluno. A sessão de lançamento do livro na escola foi muito especial com a presença de alunos, professores, pais e encarregados de educação e membros da Direção do Agrupamento.

Veja mais fotos no álbum Livro Pequenos grandes escritores.

LOJA SOLIDÁRIA, um projeto de solidariedade e voluntariado jovem

Loja solidária, campanha de recolha de material escolarO projeto da criação de uma Loja Solidária tem como grande finalidade o lançamento, na EB2,3 José Cardoso Pires, de uma dinâmica de sensibilização à solidariedade e à cooperação, valores presentes no seu Projeto Educativo, bem como de responsabilização social em meio escolar.

O desenvolvimento integral e harmonioso dos jovens faz-se, em contexto escolar, pela promoção de projetos onde as competências pessoais e sociais possam ser potenciadas, nomeadamente através de ações de voluntariado. A Loja Solidária é uma resposta a estas questões.

A abertura desta Loja Solidária na escola pretende ser, ainda, um recurso centralizador de outros projetos, nomeadamente os que se prendem com o Programa de Educação para a Saúde, fomentando campanhas de Educação Ambiental na comunidade, através da recolha de embalagens, de rolhas e tampas, de pilhas e de papel, bens que podem ser usados nas trocas.

Saiba mais sobre a Loja Solidária (apresentação em formato PDF).

CONSTRUIMOS UM LAÇO NA NOSSA ESCOLA

Laço azul coberto com mensagensAbril é o mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância. Para sensibilizar a comunidade educativa para esta realidade que a todos perturba, lançámos um desafio: por que não construir um laço com as nossas mensagens?

Este desafio não só uniu toda a comunidade educativa no mesmo objetivo – preencher um laço de madeira com as mensagens dos alunos, dos professores, dos assistentes operacionais e administrativos – como se tornou o símbolo da Escola que queremos ser: uma Escola preocupada e atenta, promotora da construção de outros “laços”.

Veja como se foi construindo um laço de todos em Construímos um laço na escola (apresentação em formato PDF).

Nova edição da Voz da Escola

Palácio de Queluz - serviçal com bule de chá e alunos
Já leste A Voz da Escola, a revista do Agrupamento José Cardoso Pires? Não?!

Então é urgente passares pelo átrio da escola. Lá encontrarás as edições de Janeiro e Março! E poderás ler notícias, reportagens, entrevistas, concursos, passatempos…

Claro que também aqui nesta página as encontrarás. Basta clicares no artigo sobre o jornal aqui por baixo.

Jornal A Voz da Escola

Votação Concurso Isometria, onde estás

As fotos para votação no Concurso Isometria, onde estás? foram já selecionadas entre todas as que foram submetidas pelos participantes.

Aqui em baixo, podes votar na tua foto favorita. Basta clicares sobre ela.

Se quiseres, podes ver as fotos originais no álbum do Concurso Isometria, onde estás.

Bons cliques e boa votação!

Prémio de fotografia

foto de duas mãos dadas sobre pessoas de mãos dadas Duas fotos sobre pessoas de mãos dadas

No concurso de fotografia O olhar das crianças sobre os seus direitos promovido pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Amadora, o nosso aluno Nuno Furtado (5º 5ª) ficou classificado em 2º lugar na categoria de 2º ciclo, com a fotografia com o título Educar ajuda a crescer.
Os alunos Anair Câmara e Alexandra Castro (7º 5ª) e Leandro Semedo (VOC 3-1) ficaram classificados em 3º lugar, na categoria do 3º ciclo, com a fotografia Os direitos são de todas as crianças.
Estas fotografias estiveram expostas na Conferência Em louvor da Criança: Mil horizontes para te amar, promovida pela CPCJ, que decorreu no dia 8 de abril, no auditório da Escola Secundária Seomara da Costa Primo.
Até ao final do 3º período, estão expostas na área de alunos da escola sede do Agrupamento José Cardoso Pires.

Os direitos da criança na escola

O filme Os direitos da Criança na Escola surgiu como uma proposta do Agrupamento de Escolas José Cardoso Pires à professora tutora Teresa Palmela da CPCJ, na Audição de Delegados e Subdelegados, no âmbito do Plano local de Prevenção Contra os Maus Tratos na Infância e Juventude.

O desafio a que nos propusemos foi mostrar como, todos os dias, na nossa escola, é possível cumprir a Convenção sobre os Direitos da Criança. Para isso mobilizámos a comunidade escolar da EB 2,3 José Cardoso Pires e, com a realização do nosso mediador Domingos Ferreira, produzimos este filme que foi apresentado na Conferência Em louvor da Criança: Mil horizontes para te amar, promovida pela CPCJ, no dia 8 de abril, no auditório da Escola Secundária da Costa Primo.

No dia-a-dia constroem-se saberes

Bonecas de papel e origamiDesta vez, à falta de um evento próximo marcante, aqui fica uma pequena amostra do que os alunos da EB1/JI Moinhos da Funcheira fazem no seu dia-a-dia.

Transmitimos vivências, partilhamos conhecimentos, construímos saberes…

Juntos somos melhores!

Veja algumas das produções das crianças da nossa escola no álbum Quotidiano dos Moinhos.

Um Dia do Pai com Jiu-Jitsu

Alunos, pais e instrutores de Jiu-Jitsu a fazer a saudação Para além de outras atividades para comemorar esta data tão significativa para os alunos, na Escola EB1/JI José Garcês o Dia do Pai foi comemorado com uma aula muito especial de Jiu-jitsu.

Com a ajuda dos Mestres Cláudio Correia e Marco Varela, que dão aulas aos nossos alunos através do Projecto Social Mira Activa, foi apresentada uma aula especial, em que os pais e seus filhos foram os elementos principais.

Agradecemos desde já a vossa dedicação e a oportunidade de fazer esta demonstração de Jiu-jitsu, uma Arte Marcial conhecida não só pela estimulação do desenvolvimento físico, mas também desenvolvimento mental e social/cívico.

Podem ver fotos da actividade no álbum Dia do Pai com Jiu-Jitsu.

Semana da Leitura

Cartaz da Semana da LeituraEntre 14 e 18 de março comemorou-se no Agrupamento a Semana da Leitura cujo tema foi Elos de Leitura.

Para integrar estas atividades, convidámos elementos da comunidade educativa, a fim de estreitar “elos”. Os convidados foram representantes da Câmara Municipal da Amadora, da Junta de Freguesia da Mina de Água, da Junta de Freguesia da Encosta do Sol, do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares, a Psicóloga Escolar, Pais, Professores, Mediador e Assistentes Operacionais.

Quem desenvolveu estas ações de leitura junto dos nossos alunos ultrapassou o espaço da sala de aula e a comunidade tornou-se um espaço de júbilo onde nasceram e se consolidaram Elos de Leitura.

Veja as imagens no álbum Elos de Leitura.

À flor da pele

Cartaz da exposição sobre sonia Delaunay com círculos coloridos e foto da pintoraOs alunos da UAM visitaram a exposição À flor da pele, no Centro de Arte Moderna Calouste Gulbenkian (CAM).

A Visita convida o participante a mergulhar nas obras de arte do CAM. Através de diferentes percursos, e utilizando recursos e estratégias diversificados, pretende-se estimular o contacto sensorial com objetos e situações que estão fora e dentro de nós. A dança e o movimento, o desenho e a pintura, o som e a música; o que vejo, o que toco, o que sinto, o que escuto são pontos de partida para o trabalho a desenvolver.

​Após a visita ao CAM, na sala, iniciou-se um mini-projeto sobre a pintora Sónia Delaunay e os alunos realizaram diferentes obras ao estilo da pintora, recorrendo a círculos, círculos e mais círculos. De pôr a cabeça à roda!

Para circular pela exposição, visite o átrio da EB23 José Cardoso Pires, onde pode ver os bonitos resultados, ou prepare-se antecipadamente vendo as fotos no álbum Sónia Delaunay.

Projeto de ações de melhoria

Foi disponbilizado o Projeto de Ações de Melhoria Intermédio (fevereiro 2016), como parte integrante dos trabalhos da Equipa de Autoavaliação. com mais esta etapa, pretende-se dar conta dos resultados relativos às acções de melhoria, a saber: Melhorar a comunicação interna e externa, Melhorar os processos de ensino/aprendizagem e reduzir as situações de indisciplina e Criar ferramentas eficazes de recolha e tratamento de dados relativos ao desempenho académico dos alunos.

Pode ler e descarregar o Projeto de Ações de Melhoria Intermédio (fevereiro 2016) em formato PDF.

Nova edição do Tagarela

Cabeçalho do Jornal o TagarelaA EB1/JI Brito Pais editou mais uma vez o seu jornal escolar O Tagarela. Neste jornal procuramos, acima de tudo, envolver a comunidade educativa, partilhando e informando um pouco mais sobre a realidade da nossa escola.

Como sempre, temos a esperança de dinamizar ainda mais esta escola, dando a conhecer algumas atividades e projetos desenvolvidos no segundo período. Pode ler e descarregar a edição do jornal O Tagarela de março de 2016. Para ver outras edições, visite a página com edições anteriores. Voltaremos de novo no último período com mais notícias da nossa escola.

Hoje e sempre, Páscoa é tempo de partilha, amor, paz e amizade. Divirtam-se!

 

Sessão de Origami e Kirigami

Dobragem tsuru (grou)Na EB 2, 3 José Cardoso Pires realizou-se a segunda oficina de origami e kirigami. Origami é uma palavra composta que se pode traduzir por dobragem de papel. Tradicionalmente, a arte japonesa do origami não permite a utilização de cortes. O kirigami, por outro lado, é a arte do recorte do papel.

A oficina foi apresentada na Escola pela professora Sandrine Silva, em mais um momento aberto a todos os interessados.

Veja alguns momentos da sessão no vídeo da Oficina de Origami e Kirigami.

Feira da Primavera

Sacos multicolores de feltroTodos os anos, no final do 2º período e para assinalar a chegada da Primavera, o JI de A-da-Beja realiza a sua feira. Para além dos trabalhos realizados pelas educadoras, também são expostos os trabalhos das crianças deste Jardim-de-Infância. Esta feira, que é resultado do empenho da equipa pedagógica e das assistentes operacionais, conta ainda com uma grande participação dos encarregados de educação.

Este ano, a feira decorreu nos dias 17 e 18 de março.

Para saber mais sobre o que se passou, veja o vídeo da Feira da Primavera.

Informações sobre provas e exames

Estão disponíveis as informações relativas às provas finais do 3.º Ciclo de Ensino Básico de 2015/2016.

Português 91

Matemática 92

Mais informações sobre as provas na página web do IAVE.

Estão disponíveis as instruções para a inscrição nas Provas e Exames do 3º ciclo do Ensino Básico de 2015/2016.

Guia para aplicação de condições especiais na realização de provas e exames

Norma 01/JNE/2016

Mais informações sobre os exames na página web do JNE.

O mês do PAI

Ilustrações sobre o dia do paiDurante o mês de março, os pais do J.I. dos Moinhos da Funcheira foram convidados a vir contar uma história à sala do(a) seu(sua) filho(a).

No dia 21, as crianças irão receber os pais com canções (que já estão quase, quase, na ponta da língua) e um lanche partilhado entre as três salas.

Durante este mês, PAI é o tema; fazem-se retratos, labirintos, histórias, presentes, adivinhas, poemas, lengalengas…

Deixamos aqui as fotos que testemunham algumas destas atividades. Veja o álbum Moinhos da Funcheira – Mês do Pai.

A cultural trip…

Aspecto da exposição dos monumentos do Reino Unido e EUAAs turmas do 5.º e 6.º anos construiram maquetes em diversos materiais dos monumentos que imediatamente associal à cultura inglesa, nomeadamente, do Reino Unido e dos Estados Unidos da América.

A motivação dos alunos é um factor determinante para o sucesso na aprendizagem da Língua Inglesa. Procurou-se, desta forma, não só promover o contato e o aperfeiçoamento desta língua estrangeira, visando uma maior compreensão da cultura Inglesa e Americana, mas também envolver a família neste processo.

Nesta atividade participaram as turmas do 2.º Ciclo da Escola José Cardoso Pires. Pais e Encarregados de Educação deram o seu valioso contributo. E o resultado superou as expectativas, como pode ver-se na monumental exposição no átrio da Escola.

Veja as fotos no álbum Monumentos do Reino Unido e EUA e um vídeo dos trabalhos da exposição A cultural trip.

PARABÉNS a todos!

Visita ao Palácio Nacional de Queluz

Fachada principal do Palácio Nacional de QueluzNo passado dia 8 de março, as turmas do 6ºano da EB 2,3 José Cardoso Pires realizaram uma visita de estudo ao Palácio Nacional de Queluz, no âmbito da disciplina de História e Geografia de Portugal.

No decurso da visita, além das explicações do guia, houve animação com atores que reconstituíram algumas cenas do quotidiano da vida do rei e da sua corte quando habitavam este palácio. No final, todos passearam e alguns merendaram nos belos jardins envolventes. O tempo ajudou pois estava uma tarde magnífica com muito sol.

Veja as fotos do álbum Visita de estudo ao Palácio Nacional de Queluz.

Dia internacional da Mulher

Pessoas com flores de papel no átrio da escolaO Dia internacional da Mulher celebrou-se em diferentes países desde a primeira década do século XX. O dia 8 de Março foi escolhido em 1910, lembrando o esforço de muitas mulheres trabalhadoras que lutaram pelos seus direitos em manifestações que tinham ocorrido precisamente nesse dia em décadas anteriores. Desde 1977, este dia também foi adoptado pelas Nações Unidas para lembrar as conquistas das mulheres na sociedade.

Este ano, o Agrupamento José Cardoso Pires também lembrou e celebrou com carinho e muitas flores o Dia Internacional da Mulher.

Veja o vídeo florido do Dia Internacional da Mulher.

Concurso Isometria, onde estás?

Azueljo português com motivos geométricosO concurso Isometria, onde estás? é destinado aos alunos do 8º ano e aos seus encarregados de educação. Neste concurso queremos ver os vossos cliques matemáticos a mostrar que a matemática não é um “bicho papão” e que está em muita coisa que nos rodeia.

Depois de uma seleção, serão colocadas as fotografias a votação na página do agrupamento. Os três melhores classificados ganharão um prémio.

Para mais informações sobre o concurso, podem procurar os cartazes afixados na escola, consultar e descarregar o regulamento do concurso Isometria, onde estás e ver o vídeo de apresentação do concurso Isometria, onde estás.

Golfi & Friends

Mionitor com alunos na apresentação do projecto Golfi & FriendsA turma do 2º/3º C da Escola José Garcês vai fazer parte do Projeto Golfi & Friends.

Golfi & Friends é um projeto internacional cujo objetivo é a apresentação do desporto Mini-Golf, numa vertente mais ecológica, em que as turmas intervenientes constroem obstáculos feitos de material reciclado.

Após a sessão de apresentação do Projeto, feita pelo responsável do Projeto na Amadora, Gustavo Baptista, a turma fez trabalhos alusivos ao tema e começaram já a pensar em quais os obstáculos que poderão construir. Também começaram a tarefa de recolha de materiais para as suas construções.

Cartaz dos aluinos sobre o projecto Golfi & FriendsMonitor e alunos na apresentação do projecto Golfi & FriendsAlunos na apresentação do projecto Golfi & Friends

 

À descoberta da Cochinchina

Convidada à conversa com os alunosNo âmbito das comemorações dos 500 anos de amizade Portugal – Vietname, a Professora Doutora Isabel Mourão encontrou-se com os alunos do 8.º ano da EB23 José Cardoso Pires, na Biblioteca escolar, no dia 20 de janeiro, para nos falar… e encantar sobre as suas experiências no Oriente, nomeadamente no Vietname, antiga Cochinchina.

Durante este encontro, falou-nos do seu amplo trabalho de investigação sobre a presença dos Portugueses, no Oriente durante os séculos XVI e XVII.

Pode ver no átrio a exposição dos trabalhos criados pelos alunos para este dia e visitar o álbum À descoberta da Cochinchina. Tambérm está disponível o vídeo Descobrimentos portugueses.

XIX Seminário ESCXEL

Peças de Lego na vertical - Excerto co cartaz do XIX Encontro ESCXELSob o tema Articulação organizacional vertical, realiza-se no próximo dia 11 de março, no Cineteatro de Constância, o XIX Seminário ESCXEL. A receção aos participantes é às 9:30h e o Seminário termina com a Sessão de Encerramento pelas 16.30h.

A inscrição é gratuita.

Para participar, deve inscrever-se até ao dia 9 de março na página de divulgação do XIX Seminário ESCXEL, onde pode também inteirar-se do programa e da forma de chegar ao local do evento. Também pode consultar ou descarregar o Cartaz do XIX Seminário ESCXEL.

Monstra?

Monstras coloridas pelos alunosA autora e contadora de histórias Elsa Serra esteve no Agrupamento, na quinta feira, dia 25 de fevereiro, acompanhada pela ilustradora Carlota Flieg. Ambas apresentaram o seu novo livro Monstra?

Desta vez, a apresentação foi na EB1/JI José Garcês e na EB1/JI Moinhos da Funcheira, para as crianças do pré-escolar e do primeiro ano. Elas adoraram, mas a escritora e a ilustradora também se deliciaram com os trabalhos apresentados.

Foi um dia em cheio! Senão vejam as fotos da Monstra

Para amis infromações, visitem o blogue da biblioteca Ideias à Solta.

Futurália na FIL

Parte do Cartaz da FuturáliaRealiza-se entre 16 e 19 de Março de 2016, na FIL (Feira Internacional de Lisboa), a Futurália – Feira sobre a Oferta Educativa, Formação e Empregabilidade.
Esta Feira permite aos estudantes conhecerem e tirarem dúvidas sobre os diferentes cursos secundários e superiores, as várias escolas e instituições nacionais e internacionais, os programas académicos e outras questões relevantes para as suas escolhas de futuro.
Para mais informações, consulte o site da Fórum Estudante ou o site da Futurália.

Concurso Chapéu de cientista

Cartaz do conurso com uma mascarilha e tule amarelo e rosa

No dia 4 de Fevereiro de 2016 realizou-se na escola EB1/JI Brito Pais o concurso Pequenos Grandes Cientistas, com chapéus em material reciclável. O concurso decorreu no ginásio da nossa escola, tendo como membros do júri uma aluna, a Diretora do Agrupamento, uma Encarregada de Educação, a Tutora do Agrupamento, uma Professora e uma Assistente Operacional.
Os alunos do Jardim de Infância e do 1º Ciclo desfilaram com os seus magníficos chapéus, elaborados com o precioso contributo dos familiares. Desta forma, envolveu-se a família num trabalho ecológico em conjunto com a criança, juntando duas gerações na promoção da reutilização de materiais.
Deste concurso saíram vencedores os alunos Beatriz Pinheiro e Tomás Fernandes, do Jardim de Infância e os alunos Lara Príncipe, Francisco Silva e André Soares, do 1º Ciclo.
Foi uma excelente iniciativa, onde todos participaram. Houve muita música, folia e animação.

Pode ver o vídeo Pequenos Grandes Cientistas e ver fotos no álbum Carnaval Brito Pais 2016.

Natal e Inverno

Árvore em paisagem nevadaO frio, a chuva e a neve nos mais improváveis lugares continuam a avivar-nos a memória do Inverno. Os trabalhos desta exposição virtual foram desenvolvidos no âmbito da disciplina de Pintura e Escultura por alunos das turmas 7.º 2.ª, 7.º 4.ª, 8.º 2.ª e 8.º 4.ª.
Foram trabalhados motivos ligados à quadra natalícia e à estação do ano que a enquadra.
Os conteúdos tratados foram o empasto, esgrafito, cores quentes e frias e cores complementares.
Veja as obras no álbum Natal e Inverno.

Dia de São Valentim

Coração em papel machéO dia 14 de Fevereiro, Dia de São Valentim (também conhecido como Dia dos Namorados), passou mas ficaram alguns registos de atividades realizadas na EB23 José Cardoso Pires. O teto, mesas e paredes do átrio encheram-se de corações com mensagens na língua pátria mas também em inglês. As obras foram realizadas por alunos das turmas do 5.º ano e do 6.º ano.

Uma das nossas professoras decidiu também mostrar a sua faceta de escritora e deixou-nos um poema para este dia.

Meu amor

Minha mão tateia
no espaço perdida
Minha mão procura
Tremendo no vazio
No fogo de um arrepio
Minha mão suspira ais
Apaixonados
E no céu doirado
No luar de Agosto
Minha mão procura
Chegar ao fundo
Onde o meu amor
Se perdeu
Minha mão procura
A tua mão maior
Onde se estreitem
Caibam olhos ciganos
Olhos que se dizem loucos
Minha mão procura
Ao frio no ar me angustio
Saudades do meu amor
Que se desvaneceu
Imagem cigana
No calafrio de um fogo
No espaço
Minha mão tateia
Minha mão suspira ais
Apaixonados
E no céu doirado
No luar de Agosto
Tua mão cigana na minha
Teu amor meu amor candeia

Ana Herédia

Veja um vídeo com as atividades sobre o Dia de S. Valentim e fotos da exposição no álbum S. Valentim.

Sessão Dormir bem

Parte do Cartqaz do Encontro Dormir bem com nome do Encontro e janela aberta com luaSob o tema Dormir bem para bem aprender e melhor viver, realiza-se no dia 24 de fevereiro, 4ª feira, pelas 18 horas, na sala de alunos da EB23 José Cardoso Pires, uma sessão dinamizada pelos recursos internos da escola, nomeadamente, o Serviço de Psicologia e Orientação (SPO), o Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF) e o Programa de Educação para a Saúde (PES).
Alguns estudos feitos em Portugal concluíram que mais de 50% dos estudantes apresentam uma sonolência excessiva por só dormirem metade das horas que precisam.

Os problemas relacionados com o sono contribuem para o insucesso escolar ao prejudicarem o desenvolvimento cognitivo (a capacidade de atenção e de concentração, a memória, o raciocínio) e o equilíbrio socioemocional das nossas crianças e jovens.

A sessão é gratuita e está aberta a toda a comunidade educativa.

Pode descarregue o folheto do evento Dormir bem para bem aprender e melhor viver (formato PDF, 700 Kb).

Concurso Nacional de Leitura

Logótipo do Concurso Nacional de LeituraA Biblioteca Escolar promoveu, junto dos alunos, a participação na 10ª edição do Concurso Nacional de Leitura – PNL. Inscreveram-se onze alunos.

O júri, composto pelas professoras Laura Bordalo, Laura Tiago, Lídia Costa e Luísa Mântua, selecionou as obras para a 1ª fase (a nível de escola).

Os alunos inscritos realizaram a prova de verificação de leitura no dia 20 de janeiro, tendo passado à 2ª fase (a nível distrital), as alunas Teresa Cabral, Daniela Felício e Matilde Cotrim. Esta informação está também disponível na página web do Plano Nacional de Leitura (ficheiro em formato PDF). Muitas parabéns às três alunas e felicidades para a próxima etapa.

Dia Escolar da Não-Violência e da Paz

Temos que ser a mudança que queremos ver no mundo (Mahatma Gandhi)

No dia 30 de Janeiro, decorreram nas escolas do Agrupamento José Cardoso Pires várias iniciativas para celebrar o Dia Escolar da Não-Violência e da Paz. Na EB1 José Garcês, a comunidade educativa reuniu-se no recreio da escola e, enquanto alguns adultos e crianças vestidos de branco faziam um enorme anel de mãos dadas, outros escreveram a palavra PAZ no interior desse anel.

Adultos e crinaças numa eswcola formam a palavra paz com anel à volta

Ler mais Dia Escolar da Não-Violência e da Paz

Ciclo hidrológico

Os alunos do 5.º ano, no âmbito da disciplina de ciências naturais, realizaram trabalhos sobre a água, mais especificamente sobre o ciclo hidrológico. Estes trabalhos tiveram a participação das famílias e decorreram entre o final do primeiro período e início do segundo período deste ano letivo.

Exposição de trabalhos sobre o ciclo da água Ler mais Ciclo hidrológico

Exposição de trabalhos de Natal

A partir do visionamento do filme Nightmare Before Christmas, os alunos do 7º 3ª, inspirados pelo magnífico desenho das personagens, criaram cinco pinturas de grandes dimensões, tendo em vista a decoração de espaços escolares na quadra natalícia.
Realizaram-se ainda mais pinturas alusivas a esta quadra, da autoria dos alunos do 7º 2ª. Estão ainda expostos trabalhos referentes aos conteúdos ponto e linha de Educação Visual do 7º ano, feitos por alunos dos sétimos anos.
A exposição de trabalhos de exploração plástica da linha também teve o Natal como motivação.
Foi notório o entusiasmo dos alunos no desenho e pintura destes trabalhos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cerimónia de Entrega de Diplomas

A Cerimónia de Entrega dos Diplomas do Quadro de Valor, Quadro de Excelência e Quadro de Valor e de Excelência, que se realizou no passado dia 12 de dezembro na escola sede do Agrupamento de Escolas José Cardoso Pires, EB2,3 José Cardoso Pires, foi o reconhecimento público da instituição Escola por todos os alunos, do 4º ao 9º ano de escolaridade, que se destacaram em alguma área do seu percurso escolar no ano letivo de 2014/2015.
Esta cerimónia contou com as atuações das crianças dos quatro jardins-de-infância do Agrupamento (JI A-da-Beja, JI Brito Pais, JI José Garcês e JI Moinhos da Funcheira) e foi conduzida pelos alunos da rádio escolar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ler mais Cerimónia de Entrega de Diplomas

Exposição de presépios

As educadoras do JI A-da-Beja, Conceição Tomé, Regina Carvalho e Ana Narciso, lançaram aos pais das crianças das suas salas um desafio: construir um presépio para trazer para a escola.
Como resultado deste desafio, quase sessenta presépios estão em exposição na escola sede do Agrupamento, EB2,3 José Cardoso Pires, todos eles construídos pelos pais, com materiais reciclados e com muita imaginação e criatividade.
Esta iniciativa, que superou as expectativas iniciais, é mais uma prova de como é possível estabelecer uma relação de colaboração com as famílias, envolvendo os pais na vida da escola.
A TV Amadora realizou uma reportagem sobre esta iniciativa. Veja o vídeo na página da TVAmadora.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Encontro de gerações

No dia 21 de dezembro, as crianças e os idosos do Centro Paroquial de São Brás visitaram a EB2,3 José Cardoso Pires. Esta ação, que se realiza pela segunda vez consecutiva, tem como grande objetivo promover entre os nossos alunos um contacto estreito com crianças e idosos e, ao mesmo tempo, responsabilizá-los pelo desenvolvimento de atividades de apoio à comunidade.
Durante a manhã, no ginásio da escola, os alunos do curso vocacional 3-1 desenvolveram com as crianças atividades de animação desportiva e ajudaram-nos a fazer árvores de Natal em origami.
À tarde, os alunos do curso vocacional 3-2 apoiaram os idosos numa aula de Informática e cada um fez o seu postal de Natal. Depois de uma sessão de origami, a visita terminou com chá e bolo-rei.

Este slideshow necessita de JavaScript.

XVII Corrida José Cardoso Pires

Depois de cancelada, devido à chuva do dia 14 de dezembro, realizou-se no dia 17 de dezembro a XVII Corrida José Cardoso Pires.
Esta corrida acontece todos os anos na EB2,3 José Cardoso Pires e, para além dos muitos alunos inscritos na prova, conta na sua organização com o apoio dos alunos do 9º ano e dos cursos vocacionais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Campanha de Natal 2015

Os alunos do curso vocacional 3-2, no âmbito da atividade vocacional de Apoio à Comunidade organizaram, mais uma vez, uma campanha natalícia solidária de recolha de alimentos, brinquedos e roupas, sob o lema E tudo o mais o que a sua imaginação ditar e o seu coração quiser ofertar!
Esta recolha, que decorreu até ao dia 14 de dezembro, reverte para as seguintes associações: Associação MirAtiva, Loja Mira Jovem e Cruz Vermelha.Átrio da escola com caixas para recolha

Semana Do Desporto Adaptado

1As Nações Unidas proclamaram o dia 3 de dezembro como Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, com o objectivo de promover uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência, mobilizar para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar destas pessoas.

Na sequência deste anúncio, e como vem sendo já tradição, o Agrupamento de Escolas José Cardoso Pires celebrou mais uma vez este dia. Este ano letivo, a forma encontrada passou pela organização da Semana Do Desporto Adaptado. Ler mais Semana Do Desporto Adaptado

Halloween na Escola

No dia 30 de Outubro, comemorámos o Halloween na nossa escola! Esta comemoração teve lugar na sala SE4, com diversas atividades alusivas ao tema.

O principal objetivo desta iniciativa, era não só dar a conhecer a cultura inglesa e americana, mas também proporcionar momentos assustadores entre os professores e alunos. Cada professor acompanhou a sua turma à Spooky classroom. Lá, alguns alunos das turmas 6º 3ª e 6º 4ª, monitorizando as atividades e esclarecendo dúvidas dos participantes, receberam as suas próprias turmas e as turmas do 5º 5ª e 6º 1ª.Ler mais Halloween na Escola

Celebrar todos os dias

símbolo da a-acessibilidade-onu

Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz (Antoine de Sainte-Exupéry)

Natal é todos os dias, dizemos e ouvimos repetidas vezes. Falta-nos saber se estamos a reproduzir a frase de alguém que acha fundamental celebrar o espírito natalício e renovar diariamente a experiência de viver ou, pelo contrário, o apelo de um comerciante ao consumismo. Com o Natal a começar tão cedo nas lojas, é mais fácil acreditar na segunda possibilidade mas a ideia de celebração radica na possibilidade da diferença. Por isso, assinalamos no calendário os dias diferentes, Ler mais Celebrar todos os dias

Sejam bem-vindos

A receção aos alunos e aos pais e encarregados de educação, mais do que dar início ao calendário escolar é, no Agrupamento de Escolas José Cardoso Pires, um abrir as portas da nossa escola, para que todos se sintam parte de uma mesma comunidade educativa.
Acreditamos numa escola que se realiza muito para além das aprendizagens académicas dos nossos alunos. Apostamos na promoção dos valores da cidadania e da solidariedade, da inclusão e da partilha.
Neste encontro com as famílias, lançamos o convite para este trabalho de efetiva colaboração, com vista a construir, para cada aluno, um percurso escolar de sucesso.